Este livro se situa na grande e bela tradição da teologia latino-americana, que sempre se caracterizou por estar profundamente centrada no Jesus histórico. Convida os leitores a acompanharem Jesus, na intimidade da sua relação com Deus, como Filho amado do Pai. Os autores dirigem-se ao público em geral e escrevem de forma simples e direta, tornando a leitura atraente e comprometedora.
Os autores retratam a espiritualidade de Jesus em tempos de crise (capítulo 1), na oração de busca da vontade do Pai (capítulo 2), no amor solidário a todas as pessoas (capítulo 3), como espiritualidade de comunhão (capítulo 4), como modo novo e diferente de viver as situações de conflito (capítulo 5) em uma mística do diálogo (capítulo 6) e, finalmente, como essa postura de Jesus é uma espiritualidade contemplativa na ação (capítulo 7). 
Além disso, os autores ainda nos deixam uma bela página de conclusão. A partir do Salmo 1, condensam toda a espiritualidade bíblica e, portanto, a de Jesus, na decisão de escolher um dos dois caminhos dos quais falam o Salmo, o livro do Deuteronômio (Dt 30,11-20), o profeta Jeremias (Jr 21,8) e o próprio Evangelho (Mt 7,13-14): o caminho do bem viver ou o caminho do desamor e da injustiça que acaba levando à morte.

 

 

para comprar