Sou Francisco de Aquino Júnior, conhecido simplesmente como Júnior. Nasci em Jaguaribe, interior do Ceará em 1973.

Desde criança participo ativamente na vida da Igreja. Na paróquia, fui vicentino, catequista, participei de escola bíblica, do grupo de perseverança, da Pastoral da Juventude do Meio Popular (PJMP), da pastoral vocacional (PV), visitei muitas comunidades da zona rural, ajudei na organização e coordenação da PJMP e representei a paróquia em muitos encontros diocesanos. Na Diocese, ainda bem jovem, assumi a coordenação da Campanha da Fraternidade (CF) e da PJMP, participei da pastoral vocacional, do Conselho Diocesano de Leigos, da coordenação diocesana de pastoral e de vários encontros diocesanos.

Em 1992 iniciei o processo de formação para o ministério presbiteral. Estudei filosofia na atual Faculdade Católica de Fortaleza (FCF) e na Universidade Estadual do Ceará (UECE) em Fortaleza. Nesse período, participei de uma comunidade na periferia de Fortaleza, acompanhei uma ocupação urbana por moradia, colaborei na articulação e assessoria da PJMP e das PJs, colaborei na equipe regional da CF, participei de muitos encontros de CEBs, de muitas manifestações nas ruas e praças da capital e ajudei na preparação e animação do primeiro grito dos excluídos.

Em 1996 fui para Belo Horizonte cursar teologia na atual Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia (FAJE). Fiz bacharelado e o mestrado com uma dissertação que tratava da “discussão sobre o plano da Suma Teológica: uma crítica a partir da Teologia da Libertação (TdL)” orientada pelo professor Francisco Taborda. Nesse período ajudei na articulação da PJMP e na assessoria das PJs em Belo Horizonte e no regional leste II da CNBB; participei do Fórum Político Inter-religioso, da articulação da Semana Social Brasileira, dos gritos dos excluídos e da Pastoral do Povo da Rua – uma das experiências mais importantes e definitivas de minha vida e que determinou em grande medida meu estilo de vida e a teologia que desde então venho desenvolvendo.

Em 2002, fui ordenado presbítero da Diocese de Limoeiro do Norte. Passei a trabalhar como professor de teologia na atual Faculdade Católica de Fortaleza (FCF) e contribuir na articulação e assessoria das pastorais sociais da diocese e do regional, bem como em assessoria pastoral a muitas dioceses do Ceará.

Em 2004, fui fazer doutorado em teologia na Europa. Vivi 10 meses na Espanha, estudando a obra de Xavier Zubiri, filósofo espanhol, e quatro anos na Alemanha onde escrevi e apresentei minha tese doutoral sob a orientação do prof. Giancarlo Collet: “A Teologia como intelecção do reinado de Deus: o método da TdL segundo Ignácio Ellacuria” (publicada, no Brasil, em 2010, e, na Alemanha, em 2014).

De volta ao Ceará, em 2009, continuei trabalhando como professor de teologia na FCF – e agora também na Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP) – e colaborando na articulação e assessoria de pastorais e movimentos sociais na diocese e no regional, em assessorias em várias dioceses e pastorais no Ceará e em outras regiões do Brasil.

Tenho escrito e publicado artigos em várias revistas teológicas do Brasil e de outros países latino-americanos e colaborado em alguns livros. Publiquei três livros pela Paulinas Editora: Dimensão socioestrutural do reinado de Deus, em 2011; Teoria teológica – práxis teologal, em 2012; Viver segundo o espírito de Jesus Cristo, em 2014.

Tenho procurado organizar e dinamizar minha vida e ação pastoral entre o trabalho pastoral, particularmente as pastorais sociais e sua articulação com os movimentos sociais, e a reflexão teológica: assessorias, aulas, palestras, escritos. E tudo isso a partir de duas intuições fundamentais: primeira, a fé é um modo concreto de viver a vida: seguimento de Jesus de Nazaré; segunda, dinamizado pela prática da solidariedade e pela luta pela justiça que tem nos pobres, oprimidos e fracos seu critério e sua medida permanentes. Eles são, no Juiz e Senhor, juízes e senhores de nossas vidas, pastorais e teologias... (cf. Mt 25, 31-46).

 

Algumas das suas obras estão listadas abaixo:

A DIMENSÃO SOCIOESTRUTURAL DA OPÇÃO PELOS POBRES

O ESPÍRITO SANTO E A MISSÃO DIMENSÃO ECUMÊNICA

É MISSÃO DE TODOS NÓS...

RENASCE A ESPERANÇA

A IGREJA DE JESUS CRISTO É A IGREJA DOS POBRES

CARÁTER SALFÍFICO-ESPIRITUAL DAS LUTAS E ORGANIZAÇÕES POPULARES

É CRISTÃ E CRISE ECOLÓGICA

 

Bibliografia:

   Dimensão socioestrutural do reinado de Deus, em 2011; 
   Teoria teológica – práxis teologal, em 2012; 
   Viver segundo o espírito de Jesus Cristo, em 2014.