logo teologia nordwste

Genildo Santana

El Salvador que vivia

Tempos ruins de ditadura,

A Igreja perseguida

E sofrendo com censura,

A ditadura atingia

Do jornalismo á cultura.

 

Pelas caladas da noite

Pessoas eram caladas,

Lideranças sindicais

Brutalmente assassinadas,

Jovens universitários

Com faculdades fechadas.

 

O padre Rutílio Grande

Um grande amigo do povo,

Lutava pelos direitos,

O povo lhe dava aprovo,

Porém, foi assassinado,

E nisso, nada há de novo.

 

Com sua morte, Dom Oscar,

Sentindo enorme dor,

Olha a realidade

De um povo sofredor

E passa a defender

O povo de El Salvador.

 

Na sua própria residência,

Em suas ações pastorais,

Promovendo o diálogo,

Intermediando a paz,

Em suas orações mais íntimas

Ou nas Missas dominicais.

 

Dom Oscar Romero tinha

O povo em seu coração,

Criticou os ditadores,

Recusou uma proteção

E fez, do povo, um amigo,

E quis lhes dar salvação.

 

Foi a Roma interpelar

Pelo povo sofredor,

Pediu aos E.U.A.

Que não mandem, por favor,

Armas que matam demais

O povo de El Salvador.

 

Três anos de luta brava

Em defesa de sua gente,

Não fazia concessões,

Pois era forte e valente

E na defesa do povo

Foi um Bispo intransigente.

 

Certo que incomodava,

Não lhe causava furor,

Saber que estava marcado

Para morrer, num terror,

E disse muito bonito:

“ – Se me matam, ressuscito,

No povo de El Salvador.

 

A 24 de Março,

Durante uma bela missa,

De mil novecentos e oitenta,

Vivendo sua fé castiça,

Mataram Oscar Romero

Por defender a justiça.

 

Da Escola das Américas

Por um egresso soldado,

Do batalhão Atlaclat,

Batalhão muito afamado,

Dom Oscar Romero foi

Nesse dia martirizado.

 

Depois de martirizado,

El Salvador verteu pranto,

Beatificado ele foi

Anos depois, virou santo,

E sua palavra profética

Hoje ecoa em todo canto.

 

O profeta das Américas

É hoje, um dos heróis,

Obrigado, Dom Oscar,

Por ser exemplo pra nós,

Foste um grito de fé,

A vos de quem não tem voz.

 

Ajude a todos nós,

Que hoje sofremos profundo,

A lutarmos por justiça

A cada hora e segundo

E que derrubemos os

pretensos donos do mundo.

 

Sua figura de santo,

De Bispo e de profeta,

Acompanha nossa luta,

Nos mantem firmes na meta

Receba essa homenagem

De um humilde poeta.